Meta 1

 

Identificação correta do paciente

O processo de identificação do paciente deve ser capaz de identificar corretamente o indivíduo como a pessoa para a qual se destina o serviço (medicamentos, sangue ou hemoderivados, exames, cirurgias e tratamentos).

Esse processo exige pelo menos dois identificadores. No Sabará utilizamos o nome completo da criança e a data do seu nascimento.

A identificação acontece no momento da admissão, por meio de pulseira ou de etiqueta afixada na roupa da criança. Todos os processos de segurança incluem verificação prévia das informações contidas na pulseira ou etiqueta.

 

Como contribuir?

  • Verifique se as informações da pulseira estão corretas;
  • A criança e o responsável devem permanecer com a pulseira de identificação até o momento da alta;
  • Certifique-se de que as equipes médica, de Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia e outras confirmaram a identificação da criança (nome completo e data de nascimento) antes de qualquer procedimento, como medicar, entregar alimentação, transportar o paciente para realizar exames, fazer exercício respiratório e outros;
  • Havendo dúvidas, procure o profissional de saúde que presta cuidados à criança. Participe do processo de identificação, essa pequena atitude pode evitar falhas.

 

Autor: Equipe Sabará

Atualizado em: 27/7/2017