Pesquisas em andamento

Como forma de expandir o conhecimento em pediatria e incentivar estudos que melhorem a eficácia e segurança da assistência global à saúde da população pediátrica, o Instituto PENSI desenvolve pesquisas clínicas, observacionais e epidemiológicas em todas as áreas pediátricas, por meio de seu Centro de Pesquisa.

A Fundação Jose Luiz Egydio Setúbal entende que o investimento dedicado ao incentivo à pesquisa em saúde infantil constitui um bloco de ações de interesse social, pois contribui para melhoria da compreensão de doenças e condições que afetam a saúde da população pediátrica, bem como o conhecimento dos tratamentos mais eficazes e melhores práticas clínicas.

Considerando o grande número de prescrições pediátricas de medicamentos não aprovados ou considerados off label (usados inadequadamente), o que representa um grave risco a crianças e adolescentes, cada vez mais tem se tornado necessária a condução de estudos regulamentados em pediatria para desenvolver e determinar as melhores terapias curativas ou preventivas apropriadas para essa população.

 

As pesquisas desenvolvidas são divididas em:

  • Institucionais (ou pesquisas de coparticipação): em sua maioria para fins acadêmicos, são propostas por pesquisadores vinculados ou não à instituição, podendo ter bolsa de incentivo público para seu desenvolvimento. O Instituto PENSI elencou 6 núcleos prioritários para o desenvolvimento dessas pesquisas , com suporte científico de pesquisadores da academia nas seguintes áreas:
  1. Nutrologia e metabolismo
  2. Doenças respiratórias e alérgicas
  3. Imunodeficiências
  4. Doenças infecciosas e imunização
  5. Neurodesenvolvimento
  6. Primeira infância

As pesquisas clínicas seguem os padrões de Boas Práticas Clínicas do Documento das Américas, estabelecido pela IV Conferência Pan-Americana para Regulamentação Farmacêutica de 2005, e são regulamentadas pela Resolução número 466, de 12 de dezembro de 2012 do Conselho Nacional de Saúde e suas resoluções complementares.

 

Veja as publicações e as pesquisas em destaque