Ventilação de Alta Frequência

A Ventilação de Alta Frequência é uma forma não convencional de ventilação mecânica. É uma máquina que fica ligada ao paciente fazendo a oxigenação artificial de maneira muito rápida e com pequeno volume de ar. Para se ter uma ideia, se respiramos normalmente de 12 a 20 vezes por minuto, uma máquina de Ventilação de Alta Frequência faz centenas de ciclos por minuto.

Essa tecnologia é utilizada em crianças com doença pulmonar grave, internadas na UTI. Geralmente ela é usada quando a ventilação mecânica convencional (aquela que procura reproduzir a respiração normal, ou seja, cerca de 12 a 20 vezes por minuto) não apresentou bons resultados. Se a Ventilação de Alta Frequência também não se mostrar eficiente no tratamento, pode ser indicada a ECMO, que faz o papel de um pulmão e um coração artificiais.

A Ventilação de Alta Frequência costuma dar bons resultados. Ela tem menor risco de causar uma hiperdistensão do alvéolo em relação à ventilação mecânica convencional, ou seja, menor risco de fazer um trauma pela ventilação, além de otimizar as áreas que não estão conseguindo ser ventiladas.

Autor: Equipe Sabará

Atualizado em: 08/8/2017