Política de segurança assistencial

 

Conheça as medidas que são tomadas pela equipe e pelos cuidadores visando a segurança dos pacientes.

  • A criança e o responsável devem permanecer com a pulseira de identificação. É papel dos pais ou responsáveis verificar se as informações estão corretas;
  • As equipes médicas, Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia e outros devem confirmar a identificação da criança (nome completo e data de nascimento) antes de qualquer procedimento, como medicar, entregar alimentação, fazer exercício respiratório, e outros;
  • Antes da cirurgia, o médico fará uma marcação no lado a ser operado. Isso acontecerá sempre que a cirurgia envolver lateralidade (ex.: braço direito ou esquerdo, rim direito ou esquerdo);
  • A criança nunca deve ficar sozinha. Os pais ou acompanhantes devem avisar a equipe caso precisem se ausentar;
  • Os familiares e visitantes, assim como os profissionais do hospital, devem higienizar sempre as mãos. É uma atitude simples que previne infecções. Leia também: Precauções e prevenção de infecção;
  • O paciente não deve tomar nenhum medicamento (incluindo fitoterápicos) além daqueles prescritos pelo médico;
  • O paciente não deve comer nada que venha de fora do Hospital, exceto se autorizado pelo Serviço de Nutrição ou pelo médico;
  • Nas portas dos quartos, há plaquinhas que indicam se o paciente está de jejum ou em isolamento. Os familiares, visitantes e profissionais devem seguir as recomendações nesses casos;
  • Há um cofre digital para guardar os pertences de valor.