Nosso ambiente de cura

O hospital que acolhe

Estudos já mostraram uma relação direta entre a saúde do paciente, a qualidade do atendimento e a maneira que o hospital é projetado. O novo prédio do Sabará, construído em 2010, foi desenhado para acolher as crianças de maneira especial e tornar sua estada mais leve.

O Hospital dispõe dos seguintes espaços e serviços:

  • Mobiliário concebido para crianças;
  • Área de lazer externa e brinquedoteca interna para os dias frios ou chuvosos;
  • Todas as áreas comuns foram pensadas para o bem das crianças e dos pais enquanto esperam por atendimento;
  • Para os pacientes internados, há programas de entretenimento com artistas, músicos e visitas guiadas com cães. Conheça nossa Rede de Humanização;
  • Os médicos, enfermeiros, profissionais de saúde e técnicos de imagem são muito bons em colocar as crianças à vontade e ter tempo para responder a cada pergunta. Os especialistas são experientes e dedicados, capazes de ajudar as crianças a esquecer-se sobre a sua condição por um tempo.

Leia também: No que somos diferentes.

 

Projeto lúdico e brinquedotecas

O projeto das áreas lúdicas do Hospital tem o objetivo de proporcionar às crianças um espaço aberto a descobertas. Cada piso representa um ecossistema ou bioma de diferentes partes do globo, com suas respectivas fauna e flora características, e são apresentados por crianças que vivem nesses ambientes, destacando seus diferentes aspectos culturais.

Dentro dos quartos, réguas hospitalares acima da cabeceira dos leitos são ilustradas com o tema do andar e servem de luminárias, fornecendo uma luz difusa e colorida que ameniza a iluminação, proporcionando um ambiente mais aconchegante. Leia também: Por que escolher um hospital exclusivamente pediátrico?

 

Você pode colaborar

O ambiente de cura também conta com a colaboração dos familiares e visitantes. Por isso, é importante falar em voz baixa, permitir a entrada de apenas duas pessoas por vez nos apartamentos, respeitar os outros pacientes e não fumar nas dependências do Hospital.

Nas portas dos quartos, plaquinhas indicam os pacientes que estão em jejum. É muito importante respeitar a indicação, não levando comida para a criança internada.

Leia também: Política de alimentos.

As plaquinhas nas portas também indicam isolamento, o que significa que qualquer pessoa que entrar no quarto deve usar máscara, luvas e avental e descartá-los depois. Nesses casos, a porta deve permanecer fechada e os artigos e equipamentos serão desinfetados ao sair. Siga as regras para proteger a saúde do paciente e a sua também.

Permaneça com a pulseira de identificação durante todo o período de internação. Mantenha as grades do berço elevadas para segurança e prevenção de queda.

Para qualquer visita, é importante lavar as mãos e usar álcool gel ao chegar e ao ir embora, evitar colocar pertences sobre a cama da criança, não levar flores ou plantas. Saiba outras orientações para prevenir infecções aqui.

Autor: Equipe Sabará

Atualizado em: 13/7/2017