Crianças visitantes

 

Por motivo de segurança, o Sabará Hospital Infantil não recomenda que crianças pequenas visitem os pacientes internados. A definição da idade mínima fica por conta dos profissionais que estão na unidade.

A recomendação do departamento de Qualidade e Segurança é a seguinte:

  • Não trazer crianças menores de 14 anos para visitas a pacientes internados.
  • Apenas as crianças que necessitem de avaliação ou tratamento devem ser trazidos ao Hospital, principalmente durante os períodos de pico de doença respiratória na comunidade (de março a julho);
  • Muita atenção para quem estiver com sintomas respiratórios (tosse, coriza) ou gastrintestinais (vômitos ou diarreia). Essas pessoas, sejam adultos ou crianças, não devem visitar os pacientes.

 

Só são permitidas duas pessoas por vez nos quartos e, se chegarem mais visitantes simultaneamente, deverão esperar no térreo a liberação para a entrada.

Isso tudo é feito com o objetivo de evitar a transmissão de infecções para os pacientes. Uma alternativa é fazer vídeochamadas pelo computador ou celular, por exemplo. Lembrando que o Hospital disponibiliza wifi gratuitamente e empréstimo de notebook. Veja também: Infraestrutura e amenidades

 

 

Visita de irmãos

Para os pacientes da UTI, no entanto, há um programa especial de visitação de irmãos, em que eles vão acompanhados pela equipe de Psicologia do Hospital. Neste caso, as visitas são agendadas e duram cerca de 15 minutos. Antes de entrar na UTI, o visitante conversa com as psicólogas e se prepara para a visita, fazendo um desenho ou um presente para o irmão, por exemplo. Ao final, novamente há um bate-papo com a equipe de Psicologia. Não há idade mínima para participação do programa.

Uma das premissas do trabalho da equipe de Psicologia é dizer a verdade, explicar o que está acontecendo de um jeito que os pequenos possam entender. Isso vale para os próprios pacientes e para os irmãos.
Leia também: Suporte familiar e apoio aos irmãos