O que é a fisioterapia respiratória pediátrica?

A maioria das pessoas nunca ouviu falar sobre a fisioterapia respiratória pediátrica. Muitos pensam que a fisioterapia é voltada exclusivamente para a parte motora, quando a criança torce o pé, quebra o braço ou machuca o joelho. Grande parte dos pais acaba conhecendo este ramo da fisioterapia apenas quando o filho está internado no hospital.

Porém, a fisioterapia respiratória não é recomendada somente no ambiente hospitalar, a criança pode fazer o tratamento em casa ou em clínicas e ambulatórios. A indicação, em geral, é feita quando o bebê ou a criança apresenta algum tipo de desconforto respiratório, normalmente causado por infecções como bronquiolites e pneumonias, ou mesmo uma gripe mais forte, que ocasiona um acúmulo de secreção que a criança normalmente não consegue eliminar sozinha. O tratamento elimina as secreções, melhora a entrada e saída de ar pelo sistema respiratório e é realizado por meio de exercícios respiratórios e posturais específicos.

Por que as crianças precisam de fisioterapia respiratória?

Além das particularidades do sistema respiratório infantil (como calibre menor das vias aéreas, dificultando a passagem de ar), a predisposição genética, o clima, e a poluição do ar fazem as crianças estarem mais suscetíveis a infecções respiratórias. Essas infecções podem gerar um acúmulo de secreções bronquiais, sendo necessário recorrer à intervenção da fisioterapia respiratória, cujo objetivo fundamental é remover as secreções, melhorar a oxigenação pulmonar e diminuir o desconforto respiratório.

Conheça o serviço de fisioterapia do Sabará Hospital Infantil

Como é realizada?

As manobras são realizadas pelas mãos do fisioterapeuta diretamente sobre o tórax do paciente. Também podem ser utilizados dispositivos respiratórios que ajudam o paciente a respirar melhor durante a terapia. Quando a criança não consegue tossir sozinha ou, por algum outro motivo, não possui uma tosse capaz de eliminar as secreções, é necessário aspirar as vias aéreas. O procedimento pode causar um certo desconforto por se tratar da introdução de uma sonda nasotraqueal nas narinas da criança, mas não causa dor. Dura em torno de 15 segundos e alivia o desconforto respiratório da criança de forma imediata. Os benefícios da aspiração são muito bem definidos na prática clínica e na literatura.

Benefícios

A fisioterapia respiratória é prescrita em casa ou no ambiente hospitalar visando a melhora do desconforto respiratório do bebê, diminuição da tosse e das secreções, e principalmente, um menor tempo de internação hospitalar e de uso da oxigenoterapia.