Médicas do Sabará poderão treinar equipes de ECMO no Brasil

A ELSO – Extracorporeal Life Support Organization – selecionou 24 profissionais brasileiros para atuarem como replicadores das suas técnicas para uso da ECMO, tipo de oxigenação extracorpórea, no país.

Duas médicas do Sabará Hospital Infantil participaram do curso, chamado de “Train the Trainers”, cujo foco é desenvolver habilidades para que profissionais da saúde estejam preparados para capacitar cada vez mais centros pelo Brasil.

Dra. Grace Caroline van Leeuwen Bichara, cardiologista pediátrica e diretora do programa de suporte de vida extracorpóreo do Sabará e Dra. Larissa Gondim, intensivista pediátrica e diarista da Unidade Terapia Intensiva, passam a ser treinadoras da ELSO no Brasil.

A cardiologista já aplicou o primeiro curso para realização de ECMO em adultos para profissionais de várias regiões do país, em São Paulo.

O treinamento teórico-prático foi realizado pela equipe internacional da ELSO, incluindo o diretor global de ensino da entidade, Mark Ogino.

 

ECMO no Sabará

A ECMO é uma técnica que a faz a circulação e a oxigenação artificial do sangue por meio de uma máquina ligada ao paciente através de cateteres.

O procedimento de alta complexidade é realizado em casos graves nos quais o paciente sofre comprometimento severo pulmonar ou circulatório, que poderiam levar ao óbito, dobrando as chances de sobrevida.

O Sabará é o único hospital em São Paulo a realizar esse procedimento em crianças sem doenças no coração e a contar com um time especializado em ECMO pediátrica com índices de sucesso acima da média mundial.

Nos últimos 2 anos realizamos o procedimento em 18 pacientes, sendo 11 por sepse ou síndrome de desconforto respiratório. 72% deles tiveram alta hospitalar, enquanto a média mundial para casos desta natureza é de 56%.

Publicado em setembro de 2017

Autor: Mariana Setubal

Atualizado em: 01/11/2017