Crianças que praticam corrida competindo – é indicado?

 

Muitos pais acreditam que a prática da atividade física deve ser estimulada desde a infância. Contudo, é sempre bom estar atento a possíveis exageros aos quais as crianças podem ser submetidas. A Dra. Ana Paula Simões, ortopedista do Sabará Hospital Infantil, responde dúvidas quanto às corridas para crianças.

 

1. É indicado que crianças pequenas de dois, três anos participem de corridas para crianças?

Não é indicado que crianças dessa faixa etária pratiquem esportes a nível profissional, mas sim com caráter lúdico, educativo e social. Nessa idade, as crianças ainda não apresentam desenvolvimento físico ou emocional para encarar uma competição. O esporte seria mais uma brincadeira. Além disso, crianças de 2, 3 anos não tem coordenação motora, ainda em fase de desenvolvimento, e podem cair, se desequilibrar.

 

2. Quais os possíveis danos ortopédicos que estas corridas para crianças podem provocar?

Essas crianças são pequenas demais para correr como um adulto. Felizmente elas se cansam e param. Mas não é indicado sobrecarregá-las para evitar lesões e/ou contusões ósseas, musculares ou nas articulações.

Esse tipo de treinamento só deve ser feito após a alfabetização, quando as crianças estiverem maiores e até entenderem o que está acontecendo ao seu redor. Sem contar que a sobrecarga pode virar a conhecida dor do crescimento, quando as crianças se queixam de dor, sem aparente inflamação no local ou até vermelhidão. Em geral, acontece à tarde e à noite.

 

3. Quais as orientações aos pais para evitar possíveis problemas?

Os pais precisam respeitar o tempo das crianças. Nesta faixa etária, o ideal é que corram durante as brincadeiras, façam caminhadas ao ar livre com os pais, enfim não devem competir. Muitas crianças caminham um pouco e às vezes se cansam, em alguns casos, essas paradas podem indicar problemas respiratórios. Por isso, é importante ficar atento ao comportamento dos pequenos e levá-los a consultas periódicas para avaliação.

 

4. Quais as recomendações para crianças que querem participar das corridas? 

Esse tipo de treinamento, o de corrida, só deve acontecer a partir dos 10 anos, quando o desenvolvimento ósseo e emocional está mais amadurecido. Antes, porém, é interessante uma avaliação com um pediatra para evitar sobrecarregar o sistema cardiovascular, respiratório e músculo-esquelético. Neste caso, é importante a orientação de um profissional especializado para acompanhar os treinos, alimentação adequada, sessões de alongamentos antes e depois da prática etc.

 

5. Quem não pratica atividade física pode participar destas corridas?

Correr não é algo que se inicia de um dia para outro, requer treinamento gradativo e acompanhamento profissional. Não indico esse tipo de competição para crianças pequenas, o evento dever ser encarado como brincadeira. Se a criança se cansar, se o clima estiver seco, se ela não quiser correr, temos de respeitá-las.

 

Dra. Ana Paula Simões