Conheça o programa de voluntariado

 

Um dos principais diferenciais do Sabará é a maneira como as crianças são tratadas – como crianças mesmo: que gostam de brincar, de escutar histórias, de ouvir músicas e que, ao mesmo tempo, têm medo do desconhecido e estranham o ambiente de hospital. Tratá-las como seres humanos, valorizando-as, assim como seus familiares, é o que se chama de humanização.

A Rede de Humanização do Sabará Hospital Infantil é formada pelas áreas de Psicologia, Enfermagem, Hospitalidade e parceiros, como o grupo musical Saracura, grupo de atores Pronto Sorrir, Associação Viva e Deixe Viver e voluntariado. A principal motivação da equipe de voluntariado é transformar a experiência da criança na melhor possível, reduzindo o estresse da hospitalização com brincadeiras.

Clique aqui e conheça as outras ações da Rede de Humanização

Como ser um voluntário

Os voluntários atuam no Pronto-Socorro, na Brinquedoteca, na Unidade de Internação, na UTI e no Centro Cirúrgico. Estão aqui e ali pelo Hospital para levar um sorriso ao rosto das crianças. Obviamente não é fácil exercer essa função. Para ser voluntário, não basta ter boas intenções e querer ajudar – é preciso ter capacitação. Por isso, cada voluntário passa por um treinamento de 7,5 horas teóricas e 10 horas práticas, com supervisão durante cerca de um mês e meio. Saiba mais sobre a capacitação.

Veja aqui a agenda de cursos de formação

Depois de formado, o voluntário permanece no Hospital de 3 a 6 horas por semana (de acordo com as suas possibilidades) e sua missão é sempre entreter crianças e adolescentes em consulta, avaliação médica ou internação – o voluntário é quem escolhe a área com a qual mais se identifica e os dias e horários que quer trabalhar, de acordo com a disponibilidade na grade do Hospital.

“O paciente pediátrico passa pelo processo da doença, da separação da família, de sua casa e suas referências de uma maneira diferente do adulto. O voluntário atua para tirá-lo, de certa forma, desse ambiente ‘estranho’ e, para isso, precisa conhecer as etapas do desenvolvimento da criança e a brincadeira e o comportamento adequados para cada idade e situação”, explica Sandra Mutarelli Setúbal, presidente do Instituto PENSI (Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil) e diretora da Rede de Humanização do Sabará Hospital Infantil.

O Hospital e o Instituto PENSI realizam durante todo o ano uma série de palestras cujo objetivo é oferecer formação continuada aos voluntários. Entre os temas trabalhados nos cursos estão a contação de histórias, brincadeiras para bebês, a relação da criança hospitalizada com sua dor e o uso de telas no ambiente hospitalar.

Saiba mais sobre o voluntariado

Inscreva-se!

Para participar, não são muitos os pré-requisitos: é necessário ter mais de 18 anos, estar com as vacinas em dia, ter maturidade para lidar com as situações do cotidiano do Hospital, ter bom domínio do português e concordar com as políticas da entidade. Mas o principal é estar disposto a sentar no chão pra brincar, contar histórias, fazer dobraduras, cantar músicas, reconfortar, acolher e ouvir.

Os voluntários têm oficinas para ampliar seu repertório de brincadeiras e também aprendem sobre as fases do desenvolvimento infantil. A equipe de voluntariado criou a “caixa mágica”, cheia de materiais escolares e outros elementos, como bússola e lupa, e o “cesto dos tesouros”, com utensílios domésticos seguros para bebês. Tudo isso para oferecer entretenimento e diversão.

A equipe também ajuda a preparar as crianças para procedimentos médicos ou cirúrgicos e as observa para colaborar com a equipe de Psicologia Hospitalar. Em datas comemorativas, como Natal e Dia das Crianças, organiza festas no Hospital. Os aniversariantes que estão internados também têm uma pequena festa em seu quarto.

E como lidar com toda a carga emocional envolvida nesse trabalho? Os voluntários contam com suporte psicológico e são realizadas rodas de conversa para compartilhar vivências e situações delicadas.

Hoje, o grupo conta com 128 pessoas e ainda deve crescer, pois os voluntários são necessários diariamente em todos os setores do Hospital e em todos os andares.

Clique aqui para fazer sua inscrição