Manometria computadorizada anorretal

O que é

A manometria anorretal é um exame indicado para avaliar crianças e adolescentes com quadros graves de constipação intestinal crônica (“intestino preso”) e/ou crianças com incontinência fecal (que perdem fezes sem sentir). A manometria anorretal permite pesquisar se a criança tem o reflexo inibitório reto-anal (reflexo da evacuação). Esse reflexo é presente nas crianças normais e ausente nas crianças que têm megacólon congênito, uma doença em que a criança nasce com uma parte do intestino sem células nervosas. Além do reflexo inibitório reto-anal (reflexo da evacuação), a manometria permite avaliar outras funções do reto e do canal anal das crianças constipadas. A manometria anorretal também é um exame útil para avaliar a função do reto e canal anal de crianças que  apresentam incontinência fecal.

 

Soraia Tahan

Professora adjunta do Departamento de Pediatria da Unifesp/Escola Paulista de Medicina. Vice-chefe do Departamento de Pediatria da Unifesp/Escola Paulista de Medicina. Vice-chefe da disciplina de Gastroenterologia Pediátrica da Unifesp/Escola Paulista de Medicina. Título de Especialista em Pediatria com área de atuação em Gastroenterologia Pediátrica, Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP. Responsável pelo Serviço de Manometria Anorretal da disciplina de Gastroenterologia Pediátrica da Unifesp/Escola Paulista de Medicina. Responsável pelo Ambulatório de Motilidade da Disciplina de Gastroenterologia Pediátrica da Unifesp/Escola Paulista de Medicina. Membro do Departamento de Gastroenterologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo. Médica responsável pelo Procedimento de Manometria Anorretal do Sabará Hospital Infantil.

O procedimento gera certo desconforto, mas é bem tolerado, não necessitando de sedação. Geralmente, o exame é realizado com a criança ou adolescente deitado de lado, com as pernas fletidas (dobradas). Para a realização do exame é necessário a colocação de uma sonda no reto e canal anal. A sonda é fininha (cerca de 0,5 cm de diâmetro) e tem uma pequena bexiga (vazia) na sua ponta. Após a lubrificação, a sonda é introduzida no reto e canal anal (somente de 1 a 6 cm de comprimento da sonda, dependendo do tamanho da criança). A sonda é ligada a um aparelho que vai medir as pressões no reto e no canal anal e que gera um gráfico em um programa de computador.

Critérios para realização do exame:

  • Este exame é realizado somente com pedido médico;
  • Pode ser realizado por crianças de todas as idades;
  • Menores de 18 anos deverão vir acompanhados de um adulto responsável;
  • O responsável deverá trazer outros exames relacionados que já tenham sido realizados, como exames radiológicos do intestino, como o enema opaco, biópsia retal etc.

  • O exame é realizado sem sedação.
  • Não há necessidade de jejum.
  • Não há necessidade de suspender o uso de medicamentos.
  • Para realizar o exame, a criança deve estar com o reto limpo, portanto e necessário a realização de lavagem retal.
  • No caso de crianças que nunca realizaram lavagens retais no domicílio, é necessário que os responsáveis procurem um serviço médico de sua confiança para a realização da lavagem retal, quatro a duas horas antecedendo o procedimento.
  • Se os responsáveis pela criança tiverem experiência em realizar a lavagem retal, o preparo para o exame pode ser realizado no domicílio.
Lavagem retal:
Crianças menores de 2 anos ou pacientes com problemas renais:
  • Minilax – aplicar uma bisnaga via retal.
Crianças maiores de 2 anos:
  • Até 15 kg: Fleet-enema ou enema fosfatado (frasco de 130 ml): 1/2 frasco via retal (65 ml);
  • 16 a 29 kg : Fleet-enema ou enema fosfatado (frasco de 130 ml): 2/3 frasco via retal (80 ml-100 ml);
  • Maiores de 30 kg: Fleet-enema ou enema fosfatado: um frasco via retal (130 ml).